Crie um site como este com o WordPress.com
Comece agora

5 coisas que acontecem quando você mistura cannabis e café

Se você é daqueles que alternam um tapa no baseado com um gole de café, saiba que tanto os canabinoides como a cafeína produzem efeitos fisiológicos que podem interagir – e intensificar – com a sua brisa. Maryjuana

A cannabis e seu cafezinho têm mais em comum do que você imagina. Ambos possuem substâncias que já foram demonizadas por pesquisas enviesadas, mas que, na verdade, podem ser boas para a gente – principalmente se soubermos como dosar e consumir com segurança. Girls in Green

“O THC e cafeína são dois dos produtos químicos psicotrópicos mais utilizados no mundo – e também têm uma longa história de uso por seres humanos”, explica Rubin Torf, co-fundador e presidente da Scientia Labs, empresa norte-americana de cannabis medicinal.

“A cafeína atua promovendo a redução da sonolência e da fadiga, melhorando o tempo de reação, enquanto o THC resulta em psicoatividade, além de uma série de mudanças fisiológicas”, relata Torf à revista eletrônica Bustle.

Embora cada organismo reaja de maneira diferente às substâncias, em geral existem alguns padrões que definem a maioria dos casos. “O uso de cafeína tende a energizar a maioria das pessoas”, pontua Dr. Gary Starr diretor médico da FOCUS, organização internacional sem fins lucrativos que trabalha no controle de qualidade da cannabis nos Estados Unidos.

Tetrahidrocanabinnol

“Já os efeitos da maconha podem variar, mas muitas pessoas a usam para relaxar”, completa Starr.

Entre os efeitos variáveis da cannabis está a perda de memória recente – algo que é rebatido pela cafeína, que está associada ao fortalecimento da memória. Porém, isso não quer dizer que as substâncias se anulam.

Ao consumir cannabis e café, “você ainda terá problemas de memória de curto prazo devido ao THC e se sentirá acordado com a cafeína”, segundo Torf.

Segundo Mônica Pupo, diretora e jornalista do site Maryjuana, a construção desse mito começou quando foi criada a patente do café descafeinado, e eram necessários argumentos para aumentar a sua venda. Aí, é claro, surgiram pesquisas financiadas pelos próprios criadores da patente, fazendo a caveira do café regular com argumentos bem absurdos, principalmente acerca da cafeína.

Cafeína

Hoje, sabemos que a cafeína pode ser uma grande aliada na prevenção de alguns tipos de câncer e até mesmo da degeneração cerebral, causadora do mal de Alzheimer e do Parkinson. Existem algumas pesquisas sobre como o café pode atuar na saúde do coração (já que, assim como o vinho, é rico em polifenóis), mas seus resultados ainda são inconclusivos.

Estudos realizados pela Mayo Clinic revelaram as doses ideais de cafeína para adultos sem sensibilidade à substância: é seguro consumir até 400 mg de cafeína por dia. Essa é a quantidade presente em cerca de cinco xícaras pequenas de café. Mas a quantidade de cafeína presente em cada xícara pode variar conforme o tipo de café escolhido e o método de preparo.

Você sabia que, assim como a cannabis, o café também tem seus (di)terpenos? O grão conta com dois compostos aromáticos próprios: o cafestol e caveol (kahweol). Essas substâncias são apontadas com antitumorais e antioxidantes, mas também têm o seu lado negativo: em grandes quantidades, podem ser responsáveis pelo aumento do colesterol.

Mas, afinal de contas, o que acontece ao misturar as duas substâncias?

1- A cafeína pode acentuar a perda de memória associada à cannabis

Parece lógico misturar cannabis e café para combater os efeitos do THC, incluindo a perda de memória de curto prazo, uma vez que a cafeína é conhecida por aumentar o estado de alerta e atenção.

No entanto, evidências científicas sugerem justamente o contrário. “A combinação de cafeína e THC pode afetar adversamente a memória”, disse Starr.

Uma pesquisa de 2011, por exemplo, sugere que a combinação de cafeína e baixas doses de THC prejudicam mais a memória de trabalho que o o THC por si só.

Embora os pesquisadores tenham se concentrado na química cerebral de ratos, eles especularam que a perda de memória associada à maconha poderia ser especialmente perigosa quando os jovens (cujos cérebros ainda estão se formando) tomam café e fumam maconha ao mesmo tempo.

2- Níveis baixos de cafeína podem prolongar a sua brisa

Há quem diga que a mistura de cannabis e cafeína pode prolongar a brisa.

E o argumento é sustentado pela ciência. É o caso de estudo publicado na revista Addiction Biology, em 2011.

Na ocasião, os cientistas ministraram pequenas doses de cafeína a macacos, que tinham acesso ilimitado à cannabis, que poderia ser auto-administrada através de um sistema de alavanca. Quando os animais receberam a baixa quantidade de cafeína, os cientistas observaram uma menor propensão a consumir a erva.

A pesquisa realizada com macacos mostrou que, quando administrada em animais que tinham sido expostos à cannabis previamente, a cafeína fazia o efeito da planta durar mais, e ser mais forte com menores quantidades. Mas, com muita cafeína, o efeito se mostrou o contrário!

Isso pode resultar do fato de que apenas um pouco de café pode fazer acentuar os efeitos de uma pequena quantidade de maconha. “Baixos níveis de cafeína podem aumentar a brisa e resultar na necessidade de usar menos maconha para alcançar o mesmo resultado”, sugere Dr. Starr.

Mas não abuse dessa combinação. “Altos níveis de cafeína, no entanto, podem ter o efeito oposto”, completa o médico, citando estudo de 2018 publicado no Journal of Internal Medicine. De acordo com a pesquisa, quando você bebe muito café (de quatro a oito xícaras por dia), o nível de neurotransmissores no sistema endocanabinoide diminui.

No entanto, os participantes do estudo estavam apenas tomando café (em vez de consumir maconha juntos), então tudo o que acontece quimicamente no cérebro humano quando os dois interagem ainda não foi estudado em detalhes.

3- Cannabis e café provocam euforia

Publicado em 2017 na revista Annals of Neuroscience, um estudo descobriu que tanto a cafeína quanto a cannabis aumentam os níveis de dopamina – o chamado “hormônio da felicidade” – no cérebro.

Por si só, tanto a maconha quanto o café oferecem esse impulso eufórico, mas a pesquisa concluiu que os efeitos aumentam quando você combina a bebida e a planta.

Estudos em ratos mostraram que tanto o café quando a cannabis ajudam o cérebro a liberar dopamina, o neurotransmissor do prazer, da felicidade e da euforia.

4- Aumento da frequência cardíaca

Ao consumir café e maconha, fique atento ao seu coração. “Sabe-se que a maconha e a cafeína causam taquicardia – ou um aumento da freqüência cardíaca. Em pessoas com histórico de hipertensão, doenças cardíacas subjacentes ou problemas com arritmias cardíacas, consumir maconha e cafeína – juntas ou separadamente – pode potencialmente colocá-las em risco de complicações cardíacas”, explicou Dr. Starr.

5- Aumento da ansiedade

As duas substâncias podem aumentar a ansiedade. Aqui no blog, já trouxemos um pouco sobre a relação entre altas doses de THC e a ansiedade clínica em usuários predispostos – e o mesmo vale para o café. As altas quantidades de cafeína já foi ligada a crises de ansiedade por dezenas de estudos, e é preciso ter cuidado na dosagem!

Recomendações

Embora cada vez mais comuns, as investigações sobre como a maconha e a cafeína interagem ainda são escassas.

Portanto, todo cuidado é pouco na hora de misturar as substâncias, sobretudo para quem tem pouca experiência com a erva.

“É importante criar seu próprio plano de dosagem que funcione para seu corpo e estilo de vida únicos”, recomenda Valerie Sakota, co-fundadora da startup canábica Babari.

“Comece com uma pequena dose – algumas baforadas em um baseado ou 2,5 mg de uma tintura ou comestível – combinada com o seu café da manhã. Depois, observe como se sente nas próximas horas”, ensina Valerie.

Existem algumas dicas para saber até onde a combinação é segura para você:

  1. Use e observe: uma das dicas mais óbvias (mas mais recomendadas) é começar com pequenas doses de ambas as substâncias para entender até onde elas, combinadas, são seguras para o seu corpo e fazem você se sentir bem. Afinal, ambas são psicoativas, e o que a gente menos quer é uma brisa ruim com um café e um baseadão gostoso do lado!
  2. Prefira substâncias de qualidade: quem já conhece a gente sabe que sempre vamos incentivar a escolha de substâncias melhores do que o prensado de guerra (ainda mais se forem frutos do autocultivo), e o mesmo se aplica para o café que você bebe. Quanto mais industrializado, maior a quantidade de processos aos quais os grãos foram submetidos. Grandes marcas ainda são conhecidas por fazer blends “pouco cuidadosos”, misturando galhos, insetos e até terra ao que vai parar na sua xícara. Qualidade é a chave – assim, você precisa de menos quantidade para ficar de boa.
  3. Redução de danos também vale para o café: existem algumas medidas que você pode tomar caso queira reduzir os efeitos negativos da cafeína no seu corpo. As principais são: se hidratar entre as doses, não consumir a bebida de estômago vazio e maneirar na quantidade.
  4. Crise de abstinência: Esse é um alerta para as/os “cafezeiras” de plantão. Sim, tirar o baseadinho do cotidiano às vezes não faz tanta diferença quanto tirar o café. Muitas pessoas experimentam sintomas como: dor de cabeça, alteração de humor (irritabilidade), indisposição, dificuldade de se concentrar, e outros. Tais se iniciam após 12 horas da última ingestão, podendo se estender por até uma semana. Interessante não é? Então vale lembrar que se o seu objetivo for cortar ou diminuir o número de cafezinhos, começar aos pouquinhos pode ser uma ótima estratégia para minimizar esses sintomas desconfortáveis. 

Publicado por Edson Jesus

Welcome: https://edsonjnovaes.wordpress.com/ https://aicarr.wordpress.com/ https://mbaemopara.wordpress.com/2021/11/18/medicina/ https://jesushemp.wordpress.com/

6 comentários em “5 coisas que acontecem quando você mistura cannabis e café

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: