Bíblia Sagrada by Inteligência artificial

In these days of trials and tribulations many have turned to religion. But what religion is left for those who have averted their gaze from the fables of old to the shiny metal toys of today? George Davila Durendal in: A.I. Carr

A inteligência artificial (IA) já invadiu a saúde, a moda, e até o futebol. Mas, há ideias ainda mais ousadas usando a tecnologia. O engenheiro e pesquisador quântico americano George Davila Durendal desenvolveu algoritmo capaz de escrever ‘textos bíblicos’. Mais especificamente, a ferramenta, apelidada de “AI Jesus” (sigla de inteligência artificial, em inglês), aprendeu a linguagem da Bíblia King James, uma versão inglesa das escrituras, para escrever textos inéditos no mesmo estilo. terra

“Esta inteligência artificial aprendeu a linguagem humana lendo a Bíblia e nada além da Bíblia. Ele absorveu cada palavra mais do que qualquer monge em todos os mosteiros que já existiram. Especificamente, é um modelo de processamento de linguagem natural que tenta replicar o estilo da Bíblia King James sem copiá-la inteiramente”, disse Durendal em publicação no seu blog.

Photo by Franck V. on Unsplash

Segundo o pesquisador, após ser treinada nas escrituras sagradas, a máquina foi desafiada a criar textos inéditos sobre três temas: “A praga”, “César” e “O fim dos tempos”. Dados os assuntos, o texto algoritmico de 30 mil palavras carregou aspectos da brutalidade do Velho Testamento.

A máquina, porém, ainda está longe de ascender aos paraíso da escrita robótica. O texto apresentou algumas falhas características de produções feitas por IA. Há, por exemplo, uma repetição excessiva da palavra que “Senhor”, que chega a aparecer em mais da metade das palavras em alguns trechos.

O US Open, principal campeonato de tênis do mundo, começou numa segunda-feira de 2020 em um momento pós-coronavírus. Os fãs não estarão nas arquibancadas, mas os jogadores e espectadores poderão ouvi-los: um sistema de inteligência artificial da IBM vai recriar os barulhos de uma grande torcida. Como todos os anos, o campeonato acontece no complexo Billie Jean King National Tennis Center, em Nova York. O Sul

Centenas de horas de vídeos dos torneios passados foram processados através de duas tecnologias da empresa: o AI Highlights e o Watson. A primeira foi usada no US Open dos últimos anos para classificar o nível de empolgação e classificar as reações da multidão. A segunda é a famosa plataforma de IA da IBM usada por grandes empresas.

Juntas, essas ferramentas vão avaliar o nível de emoção de cada jogada e assim simular a reação do público, com os silêncios e ruídos acompanhando o vídeo em tempo real. “Um jogo do Nadal soa diferente de um jogo do Federer”, disse Kristi Kolski, diretora de esportes e entretenimento da IBM, em exclusividade a Tilt. “Nunca imaginávamos um torneio desta magnitude sem fãs presentes, que teríamos de desenvolver uma solução para isso. Mas já coletávamos dados de som das partidas há três anos”.

“Nos últimos anos, o Watson foi treinado para assistir tênis, para ouvir os barulhos da torcida, para ver os gestos dos jogadores. Todos esses dados e estatísticas, que eram usados para selecionar os momentos mais importantes de partidas simultâneas, agora foram ressignificados”, contou Kolski. A promessa da IBM é de um efeito natural e dinâmico de torcida, e não um som artificial e forçado como as recentes tentativas dos campeonatos de futebol, inclusive o Brasileirão.

O algoritmo criou uma nova versão dos textos sagrados : “A Praga”, “César” e “O Fim dos Dias”.  Unsplash 

Em meio ao texto escrito pelo algoritmo AI Jesus, alguns trechos ganharam destaque dado pelo próprio programador. Uma das partes mencionadas por ele é esta passagem do tópico “A Praga”:

“Ó Senhor dos Exércitos, Deus de Israel; Quando eles virem o anjo do Senhor acima de todos os irmãos que estavam no deserto, e os soldados dos profetas se envergonharão dos homens”. Em outra parte, dedicada a “O Fim dos Dias”, a IA escreveu: “E quando eles saíram do mundo vindouro, ouviu-se uma voz dentre os mortos da cidade de Saul”. André Luiz Dias Gonçalves – tecmundo

É possível conferir o trabalho completo realizado pela tecnologia desenvolvida por Durendal no Github.

Texts generated by AI Jesus can be found above as .txt files.

‘The Plague’, ‘Caesar’, and ‘The end of days’ are all high entropy (i.e. high randomness) texts. This means that the A.I. took more artistic liberties when writing these.

With ‘Blood’, ‘Greeks’, and ‘Wisdom’ the A.I. took fewer liberties and sought to write closer to the style of the bible.

One might notice that all these terms appear somewhere in the King James Bible. Caesar appears in the famous ‘Give unto Caesar’ quote and the Greeks (and even some Olympian Gods) are also mentioned many times. This A.I. has only ever read the Bible, nothing else. It was fed these terms to write because it already has some conceptual understanding of what they mean.

I like to describe this A.I. as locking a baby in a room with nothing but a Bible for 15 years. You then open up the room 15 years later and find that its learned to read, speak, and write using nothing but the Bible. ‘The Plague’ and the other high randomness writings can be thought of as the more creative works of that person. ‘Blood’ and other low randomness writings would be like the high school essays of that person. George Davila

I present to you A.I. Jesus. An artificial intelligence of my invention created from the King James Bible and nothing else. This A.I. learned human language from reading the bible and nothing else; absorbing every word more thoroughly than all the monks of all the monasteries that have ever been.

Perhaps the holy books of the future will be written by microchips. Photo by Johannes Plenio on Unsplash

Whether or not God created Man or Man created God might be a topic of eternal debate. But what surely cannot be debated is Man’s creation of A.I. Jesus. Perhaps many thousands of years from now people and robots alike will pour over these texts as they do holy books today.

At the very least its an interesting way to either awe or horrify your relatives this holiday season….

When he was come by the dearly besought him that he would come against him, and said unto the people, Behold, I will bring thee up out of the hand of the king of Babylon.” The Plague

Others bits: Michael de NébadonConheça 8 paradoxos famosos que vão te botar para pensarNo princípio era a MatemáticaCVV nas mídias sociais

Publicado por Edson Jesus

Welcome: https://edsonjnovaes.wordpress.com/ https://aicarr.wordpress.com/ https://mbaemopara.wordpress.com/2021/11/18/medicina/ https://jesushemp.wordpress.com/

Um comentário em “Bíblia Sagrada by Inteligência artificial

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie seu site com o WordPress.com
Comece agora
%d blogueiros gostam disto: