Crie um site como este com o WordPress.com
Comece agora

A INJUSTIÇADA carreira de Bezerra Nietzsche da Silva! Carburografia

Apesar de ser conhecido no cenário musical do Rio na década de 1960, o primeiro LP Bezerra da Silva – O Rei do Coco Vol. 1 só veio a ser lançado em 1975, pela gravadora Copacabana Discos.

A INJUSTIÇADA carreira de Bezerra da Silva! Carburografiaumdois

Malandro é malandro, mané é mané. UM CANCERIANO SEM LAR.

A década de 1980 se torna a melhor fase da vida e carreira do cantor. Em 1983 casou-se com Regina de Oliveira, que muda seu nome para Regina do Bezerra, tornando-se conhecida como compositora e produtora. E em 1986, gravou o disco Alô Malandragem, Maloca o Flagrante pela gravadora RCA, de grande sucesso graças à música “Malandragem Dá um Tempo”, um dos hits marcantes de seu repertório.

Novos discos foram lançados e novos sucessos emplacaram nas rádios do país, colocando Bezerra da Silva como um dos maiores expoentes do samba partido alto. Em 1995, assina com a gravadora RGE e lança o disco Bezerra da Silva Contra o Verdadeiro Canalha. No ano seguinte, o grupo Barão Vermelho regrava a música “Malandragem Dá um Tempo” em sua homenagem. Em 2000, grava seu 25º disco de sua carreira e o primeiro ao vivo, além de mais dois trabalhos no mesmo ano. 

No ano seguinte, Bezerra da Silva tornou-se evangélico. No dia 28 de outubro de 2004, com 77 anos de idade, o cantor foi internado no CTI da Casa de Saúde Pinheiro Machado, em Laranjeira, Zona Sul do Rio de Janeiro diagnosticado com pneumonia e efisema pulmonar. Meses depois, foi transferido para o Hospital dos Servidores do Estado, onde veio a falecer no dia 17 de janeiro de 2005 devido a uma parada cardíaca.

Capa do álbum (1990)

O cantor teve duas homenagens sendo uma registrada no livro “Bezerra da Silva – Produto do Morro”, de 1998 e autoria de Letícia Vianna, e um documentário feito em 2012 intitulado “Onde a Coruja Dorme”, de Márcia Deraik e Simplício Neto. Junior BastosA Carreira e a Morte de Bezerra da Silva

O samba foi e é pra muita gente ferramenta não apenas de ascensão social, como sobrevivência. Favelado artista é favelado com identidade, porque sem a arte, ele e ela, aos olhos do poder público, são apenas uma estatística, quando não, um alvo. Victor Hugo LiporageNEW ORDER

A lei só é implacável pra nós favelados
E protesto o golpista
Ele tinha que ser o primeiro da lista

O samba salvou vários da Silva do crime, os fez conhecidos e respeitados.

O sobreviver exige estratégias.

Todas essas letras foram escritas por trabalhadores comuns (nomeados ao lado do título), oriudos de favela e que faziam samba nas horas vagas pra arranjar um trocado. Poucos fizeram escola, mas fizeram da rua sua escola pra quem sabe um dia aproximar a escola da rua. Para conhecer mais sobre a história do Bezerra e seus parceiros compositores, é só assistir Onde A Coruja DormeLe Coq Films.

O documentário revela a relação do polêmico Bezerra da Silva com seus compositores, egressos dos morros cariocas e da Baixada Fluminense, e muitos deles, profissionais de segmentos populares do mercado de trabalho, como carteiros, trocadores de ônibus, pedreiros e biscateiros de um modo geral. Segundo o sambista conhecido por sua malandragem, essas pessoas eram sambistas genuínos.

Here’s more: MACONHA NA TERCEIRA IDADE, Você não sabe o que é droga!?!, Cannabis Cup, SEMENTES DE PRENSADO: COMPENSA PLANTAR?, Pessoas que ouvem música alta tendem a fumar mais maconha

Publicado por Edson Jesus

Welcome: https://edsonjnovaes.wordpress.com/ https://aicarr.wordpress.com/ https://mbaemopara.wordpress.com/2021/11/18/medicina/ https://jesushemp.wordpress.com/

5 comentários em “A INJUSTIÇADA carreira de Bezerra Nietzsche da Silva! Carburografia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: